Visite tambem o novo Blog.

Visite tambem o novo Blog Relembre os acontecimentos dos anos 80 a 2000 : http://www.yzbrasil.blog.br/

quarta-feira, 23 de maio de 2012

Voltando a falar em fotonovelas- Max Delys




Vamos falar um pouco sobre ele e o fim triste que teve, assim como Franco Gasparri, Paolo Rosani, ele tambem faleceu muito jovem.



Um pouco de sua historia:



Max Delys nasceu em Cannes, na França, em 11 de julho de 1951... Tinha duas irmãs, Myriam, a mais velha, e Michelle, a caçula... Seu pai era médico.
Além do francês, sua língua madre, Max falava correntemente o italiano e o inglês. Era também um excelente nadador e com apenas 15 anos de idade, foi o segundo colocado no Campeonato Nacional Francês de Estilo Livre nos 100 metros.

Aos 17 anos ele decidiu sair de casa com destino à Roma em companhia de sua namorada, Dominique... Queria ser ator. Mandou então uma carta para seus pais, sem colocar o endereço, e avisando sobre seus planos. Os primeiros tempos foram bastante difícieis, até que conseguiu fazer a sua primeira aparição no cinema, no filme “La Monaca de Monza”. Depois desse filme, novas chances não apareciam e Max decidiu ir prá Nova York estudar no famoso Actor’s Studios.
Acabou participando de vários filmes, mas declarou, anos depois, que as fotonovelas lhe deram muito mais satisfação e popularidade que o cinema. E isso, apesar de, no início ele não sentir nenhum entusiasmo em ser um foto ator.
Entre os filmes que participou estão: “Gangster Law”, em 1969 / “L’Amour”, em 1973 / Pane e Cioccolata”, também em 1973 / “La Nottata”, em 1974 / “Viene, Viene Amore Mio”, em 1975 / “Liberi, Armati e Pericolosi”, em 1976... Aliás, após fazer esse filme, ao lado de Eleonora Giorgi, ambos viveram um longo romance. E Eleonora, anos depois, se casou com Massimo Ciavarro, de quem se divorciou há pouco.



Em uma entrevista dos anos 70, quando estava no auge do sucesso, perguntaram à Max qual era o seu maior desejo... E ele respondeu: ter uma vida longa! Infelizmente, seu desejo não re realizou, pois Max Delys faleceu com pouco mais de 30 anos de idade, na década de 80. Algumas fontes indicam como causa um acidente e outras dão conta de que ele faleceu “vítima da doença que estava dizimando toda uma geração”.
Max esteve na Lancio por um período de 10 anos e interpretou 351 fotonovelas, das quais só não foi o protagonista em duas.
A sua primeiríssima aparição numa fotonovela foi em março de 1973, na história “"Due Ragazze che Amavano Johnny", história que conta com a participação dos maiores astros da Lancio à época e onde Franco Gasparri interpreta o ilusionista Johnny. Max atuou ao lado de Paola Pitti.
Em maio daquele mesmo ano já interpretava o seu primeiro protagonista em “Questo Piccolo Grande Amore”, ao lado de Katiuscia.
Ao longo de sua carreira atuou ao lado de todos os grandes astros e estrelas da Lancio e sua última fotonovela foi “E Un Giorno Mi Amerai”, em junho de 1983, ao lado de Maria Antonietta.
 Carminha Paukoski

http://carminhapaukoski.blogspot.com.br/2010/12/max-delys-um-dos-meus-preferidos-atores.html

Outra fonte de informação sobre a causa da morte dele:

A causa de sua morte não foi esclarecida. Há uma especulação de que tenha sido drogas.
http://marcellaitaly.blogspot.com.br/2010_05_01_archive.html


Cenas de filme com participação de Max Delys




Veja mais sobre fotonovelas neste Blog:
http://clubedosentasdecatanduva.blogspot.com.br/search?q=fotonovelas

Um comentário:

Carminha Paukoski disse...

Sem duvida foi um importante ator de fotonovela. Obrigada por colocar o crédito da minha página. Abraçao
Carminha Paukoski