Visite tambem o novo Blog.

Visite tambem o novo Blog Relembre os acontecimentos dos anos 80 a 2000 : http://www.yzbrasil.blog.br/

terça-feira, 15 de março de 2011

Walter Lopes, uma história de determinação e perseverança.....

Uma vida. Uma intrépida e vitoriosa história!
1962. Walter Lopes, aos seis anos, é deixado num trem em Catanduva – SP, por sua própria mãe, Rita Lopes. Ele é o caçula de 9 irmãos que já foram “dados”. O pai José Lopes tem problemas de alcoolismo. A mãe também doente e desprovida de qualquer condição para criá-lo, não vê alternativa senão deixá-lo neste trem para não vê-lo morrer de fome: "Fique aí, meu filho. Mamãe vai buscar doces pra você e já volta.", dizendo isto, sai do trem.

No vagão, junto a pessoas estranhas, o menino entra em desespero ao ouvir os apitos estridentes do trem que reinicia a viagem. Seus gritos: "Pare o trem! Minha mãe está lá fora! Pare o trem!", não dão resultado.  
Desumano, o trem desliza sobre os trilhos lentamente e sequer percebe que conduz o grito de uma  alma  desesperada.

Um silêncio  interminável cerca a criança que soluça abafando os gritos dentro da gargantinha ressecada implorando pela mãe...!

No decorrer da viagem, já sem voz, os gemidos daquele coraçãozinho invadem a locomotiva. Passageiros assistem àquele drama sem nada fazer. O trem segue... Mãe e filho nunca mais seriam vistos juntos!

Walter passa a viver pelas ruas em busca de abrigo e algo para comer até ser acolhido por pais adotivos.

Entretanto, uma nova etapa de adversidades começa ao lado destes: a mãe dominadora e extremamente agressiva e o pai passivo e alcoólatra, ambos analfabetos.

Para ajudar no seu sustento trabalha como vendedor de frutas, queijos, ovos, frangos, velas em “finados” e ainda engraxate. Faz o primário no Centro Educacional SESI. 

“Em 1970, o Brasil tinha acabado de conquistar a taça Jules Rimet, minha mãe adotiva faleceu. Eu era um adolescente terrível, muito rebelde! Tinha abandonado a escola. Um dia depois da sua morte, um fato fantástico ocorreu na minha vida. Eu e meu pai adotivo tivemos um verdadeiro diálogo entre amigos. Sem gritos ou críticas, ele me propôs o caminho do amor, da harmonia e da gratidão. Proveu-me de autoestima e autovalorização. Com tudo isso, me transformeri...! Arrumei meu primeiro emprego na quitanda do ‘Seu Gabas’, e com o que ganhava, fiz Datilografia”.


Como exímio datilógrafo, Walter passou a trabalhar na prefeitura da cidade: “Em 1971, retornei aos estudos.

"Trabalhando, estimulado e autoconfiante, frequentava a biblioteca pública que ficava no terceiro andar da prefeitura. Tornei-me contumaz leitor dos livros que falavam sobre comportamento. O primeiro deles foi ‘Crianças e Divórcio, Seus Problemas e Como Resolvê-los’, de Juliette Louise. Este livro me deu um norte na vida. Com ele descobri minha vocação para psicanalista tornando-me um autodidata no assunto. Eu ia fazer 15 anos!”
Aos 19 anos torna-se Cabo do Exército brasileiro pelo TG-02-016 e recebe diploma de Honra ao Mérito como Melhor Atirador da Turma por sua disciplina, civismo e amor à Pátria. Começa a dar palestras para jovens nas escolas, contando sua vida e conquistas. 

“Estudei, percorri o mundo. Fui para os EUA, Japão, China, Tailândia, Cingapura, etc., em busca das mais avançadas ferramentas de autoconhecimento e mudança comportamental. E as encontrei, graças a Deus!”


Walter Lopes é conhecido pelas palestras que faz. Seu estilo franco e direto trouxe-lhe mais de 15 mil clientes para o Gesttec Coaching System - seu sistema de treinamento focado em Gestão de Talentos e Educação Corporativa, treinamento gerador de resultados de alta performance para indivíduos, times e organizações.

Soma hoje mais de 10.000 horas de “vôo” como Palestrante Transformacional.

É certificado Master Coach Alpha Coaching pela Sociedade Brasileira de Coaching® e possui outros títulos. Apresenta o programa de TV “Gestão de Talentos” pela REDE CLARET – Rio Claro, SP, retransmissora regional da TV CULTURA (www.redeclaret.com.br) às quartas-feiras, 12h50.

Se Da Vinci personifica o Renascimento, Walter Lopes personifica Determinação e Perseverança, valores inconfundíveis da sua personalidade: “Sou preparado e determinado para ajudar pessoas promovendo a educação e qualidade de vida, porque essa é minha Missão! Cumpri-la, faz com que eu me sinta realmente feliz!” 

Um comentário:

Valéria disse...

que história de vida!...