Visite tambem o novo Blog.

Visite tambem o novo Blog Relembre os acontecimentos dos anos 80 a 2000 : http://www.yzbrasil.blog.br/

sexta-feira, 22 de junho de 2012

Silvio Santos, um ícone da TV brasileira!




Silvio Santos sempre  fez parte de nossas vidas,com seus programas  adentrando em nossas salas em nossas tardes de domingo..
Eu me recordo que ainda menina sentava na sala em frente á TV, ainda em  preto e branco, para  ver aquele rosto sempre sorridente e alegre,  fazendo suas brincadeiras e nos apresentando uma diversidade de quadros muito divertidos e interessantes. 

O Programa Silvio Santos, ao longo dos anos, tornou-se um agrupamento de vários programas de auditório e quadros, somando quase cem atrações diferentes.
Os programas sempre tiveram a participação do auditório, cujas participantes são chamadas de "colegas de trabalho". O auditório é considerado por Silvio "o mais feminino do Brasil", pois nos primeiros anos do programa a entrada de homens na plateia não era permitida. Silvio acreditava que os namorados das "colegas de trabalho" poderiam ficar com ciúmes de cantores e artistas homens admirados pelas namoradas. Com o tempo, este costume foi sendo ligeiramente relaxado, principalmente nos programas envolvendo sorteios e perguntas e respostas.

Senor Abravanel nasceu em 12 de dezembro de 1930 no bairro carioca da Lapa, filho de pais judeus chamados Alberto Abravanel (nascido na Grécia) e Rebeca Abravanel (nascida na Turquia). Foram descendentes do comentador biblíco judeu Isaac Abravanel.

Aos quatorze anos, observando um camelô da cidade do Rio de Janeiro chamado “Seu Augusto”, Silvio começou a vender capas de plástico para título de eleitor e, logo depois, canetas-tinteiro. Seu sucesso nas vendas fora atribuído à sua capacidade de mesclar números de mágica e diversões com vendas, que ele fazia no horário de almoço do guarda em serviço na esquina da Avenida Rio Branco com a Rua do Ouvidor. Para tanto, Silvio Santos contava com a ajuda de seu irmão Leon, que espreitava o guarda, avisando seu irmão quando esse estava a caminho. Em uma dessas ocasiões, entretanto, o guarda apreendeu as mercadorias de Silvio, mas reconheceu seu talento no trato com as pessoas e sua ótima voz: lhe deu um cartão para uma entrevista na Rádio Continental, que possuía estúdios na cidade de Niterói
Silvio conquistou o primeiro lugar no teste da rádio, ganhando de nomes como Chico Anysio e José Vasconcelos, mas se manteve apenas 1 mês como radialista pois como ambulante ganhava mais. Durante o trabalho na rádio, produtores acharam o seu nome, Senor Abravanel, um tanto complicado para o grande público.Por um tempo, Senor utilizou o nome artístico Silvio Abravanel, até chegar ao consagrado Silvio Santos.Todos os dias, Silvio voltava da rádio na última barca da noite. Nesta viagem ele sentia falta de algo para entreter os passageiros durante a viagem; foi quando teve a idéia de montar na barca um serviço de rádio. Para tanto, pediu a colaboração de diversos comerciantes do centro da cidade do Rio de Janeiro que, em troca da doação da aparelhagem de rádio, tinham o direito de anunciar gratuitamente nas barcas.


Daí, Silvio passou a vender os anúncios para o serviço nas barcas. Isto despertou em Silvio a vocação de empresário. Silvio costumava passar os domingos com os amigos na Ilha de Paquetá. A viagem durava quase duas horas, os passageiros sentiam sede, e a água que abastecia os bebedouros da embarcação não era suficiente para suprir a demanda. Silvio teve a idéia de montar um bar na barca para a venda de refrigerantes e cerveja e, ainda, começou a organizar um bingo dentro da barca. O negócio deu tão certo que Silvio passou a ser um dos maiores vendedores de uma grande cervejaria de São Paulo, e foi convidado a visitar a fábrica. Assim começou a história de Silvio Santos na capital paulista.




A carreira em São Paulo

Em São Paulo, Silvio começou a trabalhar em circos, apresentando espetáculos e sorteios em caravanas de artistas. Como Silvio Santos tinha um tom de pele muito claro, ficava vermelho com facilidade; por falar bastante, começou a ser apelidado “peru que fala”As caravanas do Peru falante ficaram conhecidas na capital de São Paulo, em cidades do interior e em outros estados.




O apresentador e empresário de televisão

Logo passou à televisão, adaptando o formato dos shows, espetáculos e sorteios que fazia no circo. Seu primeiro programa, Vamos Brincar de Forca, estreou em 1962 e era transmitido pela TV Paulista, à noite. Um grande sucesso. Em 1964, passou a comandar seu programa aos domingos, das 12 às 14h. No decorrer dos anos, o formato seria expandido e aprimorado no Programa Silvio Santos.

Paralelamente, Silvio partiu para novos empreendimentos: adquiriu de seu amigo Manuel da Nóbrega o Baú da Felicidade, empresa que vendia baús de presentes de Natal para crianças mediante pagamento em prestações. Depois de reformas no plano de negócios, a empresa ficou conhecida pela venda de carnês e sorteios.

Quando a TV Paulista foi incorporada à Rede Globo, Silvio seguiu pagando aluguel pelo seu horário dominical, revendendo o tempo dos anúncios a outras empresas. Na medida que aumentava o sucesso do Programa Silvio Santos, Silvio tinha ótimos resultados financeiros. Realizava sorteios de carros, móveis e eletrodomésticos, o que motivou a expansão dos negócios do grupo (Móveis Tamakavy, concessionária de veículos Vimave).

Porém, no início dos anos 1970, Boni e Walter Clark, diretores da Rede Globo, promoveram reformas no padrão de qualidade da emissora, investindo em filmes, esporte, jornalismo e novelas. Para os executivos, o programa de Silvio Santos destoava da grade de programação.

O apresentador quase saiu da emissora em 1973, mas o próprio Roberto Marinho o convenceu a ficar, renovando contrato por mais quatro anos. Por este contrato, Silvio não poderia ser acionista ou dono de nenhuma outra emissora de televisão, o que motivou sua saída da Globo.

Dessa forma, a partir de 1976, Silvio começou a comprar horários na Rede Tupi, assegurando a transmissão nacional de seu programa, ao mesmo tempo que lutava politicamente para obter seus próprios canais de televisãoA criação da TVS e a formação do SBT

No dia 22 de outubro de 1975, o presidente Ernesto Geisel assinou o decreto 76.488, outorgando a Silvio Santos o canal 11 do Rio de Janeiro. Silvio passou a transmitir seus programas simultaneamente na Tupi e na TVS (TV Studios).

Depois da falência da Rede Tupi, em 1980, o Programa Silvio Santos em São Paulo foi transferido para a Rede Record. Durante os anos 1980 Silvio chegou a ser dono de 50% da emissora do empresário Paulo Machado de Carvalho. Todavia, Silvio planejava ter uma rede nacional de televisão, produzir uma programação completa e usar o canal para seus sorteios e promoções. Em 1981, através de um lobby com a primeira-dama Dulce Figueiredo, com quem tinha longas conversas por telefone, Silvio Santos obteve a licença para operar o canal 4 de São Paulo, que se tornou a TVS da capital paulista. A partir das emissoras do Rio e de São Paulo, surgiu o embrião do SBT. A rede se expandiu rapidamente através de afiliações, mas o Programa Silvio Santos continuava sendo transmitido simultaneamente pela Record, especialmente para alcançar o interior de São Paulo. A marca SBT passou a ser usada em toda a rede em fins dos anos 1980.




A venda da Record

Em 1990, Silvio Santos e Paulo Machado de Carvalho vendem a Rede Record para Edir Macedo. Neste momento, Silvio já tem o SBT consolidado nacionalmente, o que tornava desnecessária a retransmissão do Programa Silvio Santos pela Record. Segundo se conta, Silvio não queria vender a sua parte da Record, mas foi convencido a isto depois de uma conversa telefônica com o presidente Fernando Collor de Mello Contudo, o canal 9 do Rio de Janeiro, antiga Record, continua sob seu comando com o nome de TV Corcovado até ser vendido para o Grupo Martinez.

Caravana do "Perú que fala"


Silvio resolveu criar uma caravana para divulgar o Baú e vender carnês, entre números de música, teatro e apresentações em praças públicas em São Paulo e pelo interior do Estado. Segundo Ronald Golias, o apelido "Peru que Fala" se deve ao fato de que o Silvio, apesar da prática em rádios, na barca e como camelô, ficava vermelho quando ficava sem jeito. Na rádio, Silvio fazia seus anúncios comerciais, ao vivo, sem poder se distrair com nada. Então Ronald Golias e Manuel da Nóbrega tentavam "atrapalhar" Silvio, colocando fita de presente em sua cabeça, levantando suas calças até o joelho, enfim, atitudes engraçadas que o deixava embaraçado. Ficava todo vermelho, parecendo um peru, daí "peru que fala".



" É com você Lombardi" !


Lombardi participou de nossas vidas sem sequer mostrar seu rosto, sómente com suas voz adentrandp em nossas casas nos trazendo alegria e entusiasmo, por mais de 40 anos ao lado do patrão e amigo Silvio Santos.
Lombardi morreu de infarto, aos 69 anos em 02/12/2009





O Primeiro casamento de Silvio Santos

Por de trás das câmeras, Silvio decidiu se casar. Ninguém poderia saber. Para ele, todo o ídolo deveria manter uma mística. As colegas de trabalho, como ele chama o seu público, deveria permanecer na dúvida sobre o seu estado civil. A amada se chamava Aparecida Honória Vieira. Filha de uma dona de pensão, Cidinha costumava freqüentar a Rádio Nacional, em São Paulo, para conhecer artistas. Ficaram amigos.
Os dois se apaixonaram e resolveram se casar, às escondidas, em 15 de março de 1962.  O casal teve duas filhas: Silvia e Cíntia.
Cidinha descobriu que estava com câncer durante uma viagem a Espanha Vítima de um câncer no aparelho digestivo, Aparecida chegou a fazer tratamento em hospitais dos Estados Unidos. e falesceu em 1977







Silvio Santos & Íris Abravanel : 19 anos de diferença entre os dois que passam totalmente desapercebidos, diante da solidez de um casamento bem sucedido, que já dura oficialmente 34 anos.

“Eu tinha 19 anos quando conheci o Silvio”, diz Íris, dezenove anos mais jovem que o apresentador. “Muita água rolou por debaixo da ponte até ficarmos juntos.”







Juntos desde 1978, Silvio e Iris só se casaram oficialmente em 1981, quando já tinham três meninas pequenas. Nesse meio-tempo, Iris estudou jornalismo na Faculdade Cásper Líbero, mas largou o curso porque engravidou de sua primeira filha Daniela. Depois vieram Patricia, , Rebeca, , e Renata. A partir daí, Iris virou mãe em tempo integral.



Pelo menos quatro vezes por ano, a família passa temporadas na casa que mantém no condomínio Celebration, na Flórida, nos Estados Unidos. Lá, eles vivem como gente comum. A cozinheira sai de cena e é Iris quem pilota o fogão. Prepara estrogonofe, bolos e manjar. Silvio frita bife na manteiga e, depois, deixa a cozinha tinindo. “Ele lava a louça, lava a pia e limpa o fogão”, revela Iris, descrevendo uma cena difícil de imaginar. Dia sim e outro também, vão ao supermercado. Empurrar carrinhos para eles é um programão!



Silvio Santos " O Perú que Fala", 1959 na Rádio Nacional







Este é um Trecho do programa Silvio Santos, na Rádio Nacional do Rio de Janeiro, confira esse audio historico do "patrão" muito bom.






Lombardi



Silvio Santos defende Roberto Carlos em 1968 na TV Record





Silvio Santos cantando suas marchinhas mais tradicionais




http://batalhadoibope.com/2010/03/02/de-camelo-ao-maior-do-pais-silvio-santos-e-sua-vida-fantastica/
http://lucianafreitass.blogspot.com.br/2011/08/silvio-santos-iris-abravanel-19-anos-de.html

http://pt.wikipedia.org/wiki/Silvio_Santos



"Todas as coisas são difíceis. Todas as coisas tem que ser lutadas. E quando você consegue uma coisa fácil, desconfie, porque ela não é tão fácil quanto parece".


Silvio Santos


Obrigada Silvio por tanta alegria transmitida a nós! Tiro meu chapéu para você!!


2 comentários:

Suzana Jimenes disse...

gostaria de entender .....se a cidinha morreu em 1977, como a Daniela que é a primeira filha dele com a Iris nasceu em junho de 1976 ?

Anônimo disse...

é verdade ! ele deve ter tido um caso com a atual mulher enquanto a primeira ainda estava viva !