Visite tambem o novo Blog.

Visite tambem o novo Blog Relembre os acontecimentos dos anos 80 a 2000 : http://www.yzbrasil.blog.br/

segunda-feira, 11 de junho de 2012

Por onde anda Baby Consuelo?


Baby do Brasil iniciou sua carreira como cantora do grupo Novos Baianos. Oriunda de uma família de classe média alta, foi criada nas cidades de Niterói e Rio de Janeiro. Começou a cantar e tocar violão ainda na infância, chegando inclusive a vencer um festival de música em Niterói aos 14 anos, no qual interpretou uma música do renomado maestro Eduardo Lages.
Em 1969, fugiu de casa para Salvador, Bahia, onde conheceu os músicos Moraes Moreira, Galvão e Paulinho Boca de Cantor, assim como o guitarrista e futuro marido Pepeu Gomes. Estava formado o grupo Os Novos Baianos, que, no ano seguinte, lança seu primeiro disco, É Ferro na Boneca, pela gravadora RGE Fermata. O trabalho coloca a banda na mídia nacional. Pouco tempo depois, a banda se muda para um sítio em Jacarepaguá, bairro do Rio de Janeiro, laboratório para criação daquele que viria a ser o LP de maior sucesso da banda, Acabou Chorare, eleito pela revista Rolling Stone Brasil como "o maior álbum de música brasileira de todos os tempos". Baby e Pepeu permaneceram no grupo até 1978, quando foi decidido que cada um iniciaria sua carreira solo.
O primeiro álbum solo de Baby, O Que Vier Eu Traço, atinge grande sucesso de mídia e de vendagem pela gravadora Warner Music. Seu primeiro grande sucesso solo foi a canção Menino do Rio, de Caetano Veloso, composta exclusivamente para Baby e tema da novela Água Viva da Rede Globo. A música fez parte de seu segundo disco solo, Pra Enlouquecer, novo campeão de vendas. Na capa, Baby aparece ao lado de quatro de seus (futuros) seis filhos: 'Riroca (que viria a trocar seu nome para Sarah Sheeva), Zabelê, Nana Shara e Pedro Baby. Os quatro tornaram-se músicos, e as três garotas viriam a formar a girl-band SNZ. Baby ainda daria à luz outros dois meninos: Krishna Baby (que aparece na contracapa do disco que leva o nome da criança, de 1984) e Kriptus Baby (presente na capa do álbum Sem Pecado e Sem Juízo, do ano seguinte).
No fim da década de 1990, Baby se tornou evangélica, mantendo sua carreira de cantora ao mesmo tempo que se tornou pastora da Igreja Ministério do Espírito Santo de Deus.
Atualmente está em produção o filme documentário "Apopcalipse segundo Baby", direção de Rafael Saar, uma cinebiografia da artista.


A parceria paz e amor dos “Novos Baianos” Pepeu Gomes e Baby do Brasil rendeu vários frutos: Riroca (que depois mudou o nome para “Sarah Sheeva”), Nana Shara, Pedro Baby, Krishna Baby, Kriptus Baby e Zabelê.


Ícone do período transgressor dos anos 70 com os Novos Baianos, Baby do Brasil leva uma vida bem diferente daquela que parecia ter liberdade ilimitada. Hoje, a cantora é evangélica e líder da Igreja Ministério do Espírito Santo de Deus em Nome do Senhor Jesus Cristo. 
Por conta disso, o sexo passou a ocupar lugar de pouca evidência na vida pessoal, conforme declarou em entrevista ao Ego. “Sempre tive homem na minha cama. Fui casada 18 anos com o Pepeu (Gomes, cantor), depois oito com o Nando Chagas (também músico). Sei que é bom. Tenho desejo, mas a carne não me vence. Não tenho que tomar o cálice até a última gota. Pai, afasta de mim esse cálice! Mas, para mim, nunca foi difícil (ficar sem sexo), sempre foi muito fácil. Graças a Deus, nasci com este dispositivo”, afirmou Baby, que assumiu também que não faz sexo há 13 anos.
Mas, engana-se quem pensa que Baby integra o time das religiosas moralistas. “Não sou acusadora, cheia 
de preconceitos. Me vejo muito como sobrenatural, bem 'Matrix' mesmo. Não estou além de nada, mas acho que tenho as antenas ligadas no sobrenatural de Deus. Vivo mais para o lado de lá do que para o lado de cá. Sou evangélica porque sou do Evangelho. Crente o diabo também é, porque ele sabe que Deus existe muito mais do que a maioria das pessoas. Sou crédula, da galera do 'eu creio'. Senão você taxa de alguma coisa, uma igreja ou pastor faz uma coisa errada e fica todo mundo com aquela cara... Sou evangélica, mas é bom que saibam que não estou fazendo parte de nada que está envolvido com qualquer coisa que não seja de fato os ensinamentos de Cristo”, concluiu.

http://www.cnews.com.br/conteudo_entretenimento.aspx?id=150742
http://pt.wikipedia.org/wiki/Baby_do_Brasil

Clique na telinhsa abaixo para ouvir alguns de seus sucessos:









A Pastora Baby do Brasil





s


2 comentários:

Creuza Nascimento disse...

gostei muito dos novos baianos,sinto saudades mas continuo gostando da baybe.

Mariangela disse...

Obrigada pela visita Creuza! A Baby é inesquecível!
Tá aí porque eu quis falar dela... Bjs!