Visite tambem o novo Blog.

Visite tambem o novo Blog Relembre os acontecimentos dos anos 80 a 2000 : http://www.yzbrasil.blog.br/

domingo, 5 de junho de 2011

O Dia Em Que a Fameca Parou




Março de 1979: Como nos anos anteriores, expectativa pelo resultado dos vestibulares da Faculdade de Medicina. Muita gente da cidade prestava este vestibular, daí a curiosidade geral pelo resultado.

Mas naquele ano o gosto estava esquisito.

Vestibulandos que prestaram o exame em salas diferentes estavam com as mesmas questões erradas e as mesmas certas. Professores da cidade procurados dias antes do exame para esclarecerem dúvidas sobre questões que caíram no vestibular. De cada leve indício nascia um fato óbvio: o vestibular fora fraudado.

Os estudantes, organizados pelo Diretório Acadêmico Emílio Ribas, questionaram a direção da faculdade, mas a própria direção já se empenhava em apurar o que ocorrera. Com as evidências, decidiu-se anular o vestibular. Apesar de tudo houve resistência, em especial da Delegada do MEC de São Paulo, Dalva Soutto Mayor. Diante do impasse, estudantes entraram em greve.

Ameaças de perca do ano letivo, ameaças à faculdade, estudantes em passeata pelo centro da cidade fazendo o enterro simbólico da Delegada do MEC Dalva Soutto Mayor, declarações pela imprensa com ameaças veladas, estudantes que tinham sido aprovados – muitos deles sem fraude, inclusive alguns que entrariam no próximo vestibular - entrando com liminares para fazer a matrícula... no final a vitória dos estudantes, da direção da Fameca e da Fundação Padre Albino: vestibular anulado, com a realização de um novo vestibular.

A Fundação certamente teve prejuízos, com a realização do novo vestibular. Se foi ressarcida pelos responsáveis pela fraude, ou mesmo se alguém foi responsabilizado, não sabemos.

Quase na metade do ano, a X Turma da Fameca iniciou seu ano letivo. Uma turma que entrou carregando nas costas o fardo de cerca de 4 meses de faltas, mas fez valer a luta da rapaziada e do Dr. Aulo, caboclo bom de briga...se briga é pra ganhar.

2 comentários:

Mariangela disse...

Maurício, eu desconhecia este fato vergonhoso da história da Fameca!Meu pai foi o primeiro secretário da Fameca, juntamente com o diretor Dr Michel Cury.Se estivesse vivo, não gostaria nada de tomar conhecimento de uma baixaria desta grandeza......

Mauricio Ribeiro Jr. disse...

Na verdade, Má, a Fameca foi lesada. Teve prejuízos por conta disto. A direção da época, principalmente o Dr Aulo de Melo, que era o diretor, conseguiu, junto com professores e estudantes, anular o vestibular. Contra a vontade da delegada do MEC de SP. Eu, pelo menos, nunca fiquei sabendo de apuração de responsabilidades e menos ainda quem foram os responsáveis E se a Fameca e a Fundação foram ressarcidas.